A janela de vidro está presente na maioria dos projetos de casas e apartamentos, existindo uma grande variedade de modelos, tamanhos, materiais para esquadria e opções de travamento. O grande diferencial da janela de vidro é permitir a entrada da luz natural, possibilitando uma maior conexão do ambiente interno com o externo.

Janelas de vidro são essenciais para casas e apartamentos pequenos, tornando os ambientes mais arejados e com melhor qualidade de vida. A luz solar gera a sensação de amplitude, de aconchego e vida para os espaços.

Cada ambiente, cada projeto apresenta características próprias e demanda um tipo específico de janela de vidro. Conheça os tipos de janelas disponíveis no mercado para não errar durante a reforma.

Acompanhe o conteúdo, a seguir, e descubra qual o tipo de vidro é mais recomendado, assim como o tipo de abertura da janela, de acordo com as demandas do ambiente a ser reformado. Nunca foi tão fácil unir segurança, beleza e funcionalidade, em termos de janela de vidro!

15 modelos de janela de vidro para inspirar

Conheça os modelos de abertura, para janela de vidro, e se inspire ao realizar a reforma dos seus sonhos. Muitas pessoas só pensam no formato mais adequado quando estão efetivamente realizando uma obra, mas é no dia a dia que o conforto de uso é percebido.

Busque compreender o que é indispensável em uma janela, para você, e a partir desse critério vá delimitando a escolha do melhor modelo.

1- Janela comum / de abrir:

Janela de vidro fixada no batente e com abertura para a parte externa. É o modelo mais fácil de ser encontrado no mercado.

2- Janela fixa:

Janela de vidro que não pode ser aberta, sendo utilizada exclusivamente para iluminar o ambiente.

3- Janela de correr:

Janela de vidro caracterizada por suas folhas deslizarem horizontalmente, sem muito esforço. Geralmente apresenta quatro folhas, sendo as duas da extremidade fixas e as duas centrais móveis. Modelo muito utilizado em quartos, salas e cozinhas.

4- Janela guilhotina:

Janela de vidro que abre verticalmente, apresentando quatro folhas móveis ou quatro folhas, sendo duas fixas e duas móveis. As folhas móveis são fixadas por meio de borboletas (estrutura metálica fixa na esquadria e que se movimenta em torno do seu próprio eixo para sustentar o peso da folha móvel).

É um modelo muito encontrado em ambientes institucionais por ocupar pouco espaço (sua abertura não utiliza espaço interno ou externo à própria janela). Facilita a escolha da circulação de ar, pela parte superior ou inferior da janela. A abertura das folhas (básculas) pode ser realizada pela parte superior ou pela parte inferior.

A entrada de ar pode ser facilmente regulada, não sendo necessário que esteja totalmente aberta. Modelo indicado para banheiros e cozinhas tradicionais por permitir a circulação do ar sem gerar acesso visual completo ao interior do ambiente.

5- Janela veneziana:

Janela de vidro com quatro ou seis folhas, sendo que apenas as folhas internas são de vidro (é comum que as externas sejam de alumínio). As folhas externas apresenta pequenas aberturas que promovem melhor ventilação, sendo por isso chamadas de venezianas.

6- Janela camarão:

Janela de vidro semelhante à sanfonada, formada por duas ou mais folhas articuladas entre si, por dobradiças. É um modelo muito elegante.

7- Janela basculante:

Janela de vidro com abertura simples, realizada por um sistema de alavanca que abre todas as folhas, a partir do eixo central de cada uma (sentido horizontal).

8- Janela de tombar (oscilobatente):

Janela de vidro indicada para ambientes pequenos, podendo apresentar uma única folha que fica tombada (inclinada pela parte superior ou inferior – quando a abertura é horizontal) para dentro ou pra fora do ambiente, presa por uma estrutura metálica e articulável localizada no centro das laterais da folha. Há modelos com abertura horizontal ou vertical.

9- Janela sanfonada / pantográfica:

Janela de vidro que apresenta folha subdividida em partes menores, sanfonadas, dobrando-se umas sobre as outras. É ideal para aberturas de janela com maior espaço horizontal, possibilitando abertura total do vão e consequentemente permitindo maior iluminação, ventilação do ambiente.

10- Janela pivotante:

Janela de vidro fixada pelo seu centro superior, podendo girar em torno desse, em um ângulo máximo de 90º. Comumente utilizada em banheiros e salas de estar, com pouca abertura e sendo um dos modelos mais fáceis de limpar.

O modelo redondo remete às escotilhas de navio, pelo seu formato e estética.

11- Janela projetante:

Janela de vidro fixa na sua parte superior ou nas suas laterais e com abertura para fora, realizada pela parte inferior da janela. É comumente utilizada em banheiros, cozinhas, áreas de serviço, lavanderias e ambientes institucionais.

Ocupa pouco espaço, em termos de abertura, e abre mais do que a janela de tombar.

12- Janela ideal:

Janela de vidro com duas folhas e abertura vertical, tendo sido muito utilizada durante as décadas de 1950 e 1960. Com a abertura das folhas, o vão fica totalmente livre, com máxima circulação de ar e entrada de luz natural.

13- Janela Maxim Air:

Janela de vidro semelhante à janela basculante, com o diferencial que sua abertura vertical (por meio de corrediça especial) chaga a abrir um ângulo de 90º com a esquadria, ficando a folha paralela ao parapeito e possibilitando melhor circulação do ar. Pode apresentar uma ou duas folhas (independentes).

14- Janela Bay Window:

Janela de vidro tradicionalmente inglesa, encontrada em projetos arquitetônicos de casas espaçosas. Trata-se de uma estrutura que se projeta para fora da parede (bay = saliente e window = janela) com uma forma geométrica que apresenta três superfícies, podendo contar com modelos diferentes de janelas em cada uma dessas superfícies.

Esse tipo de janela é dedicada a uma área de contemplação, sendo comum ter sua vista direcionada para belos jardins.

15- Janelas mistas:

Janela de vidro que apresenta mais de um modelo em uma mesma peça, como a janela de abrir que também é de tombar.

Tipos de vidro para janela

Os vidros apropriados para janela são especificados pela norma regulamentadora ABNT NBR 7199/2016 (Vidros da construção civil – projeto, execução e aplicações), podendo ser os seguintes, de acordo com a Abravidros (Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos):

Comum (float) ou impresso:

vidro plano, transparente, incolor ou colorido, sendo a matéria-prima para fabricação dos demais tipos de vidro. Para aplicação em janela de vidro, em todas as circunstâncias, esse material deve ser totalmente encaixilhado (emoldurado, enquadrado) ou colado em todo o seu perímetro e a área do vidro não pode exceder a 0,64m².

Acima do primeiro pavimento, a projeção máxima da face da fachada ou da aba de proteção deve ser de 250mm (25cm).

É proibido o uso desse tipo de vidro em janelas instaladas em pavimento térreo e em ambientes internos, em altura abaixo de 1,10m (em relação ao piso), assim como em fachadas.

Temperado (Blindex):

O vidro temperado passa por um tratamento térmico (é aquecido em altas temperaturas e logo em seguida é resfriado), o que o torna até cinco vezes mais resistente que o vidro comum.

Ao quebrar, gera pequenos pedaços arredondados que evitam maiores acidentes.

Para aplicação em janela de vidro acima do primeiro pavimento, deve ser totalmente encaixilhado e a projeção máxima da face da fachada ou da aba de proteção deve ser de 250mm (25cm). Atenção ao vidro Blindex que se trata de uma marca para vidro temperado!

Laminado:

Composto por duas chapas de vidro intercaladas (o ideal é que seja vidro temperado) por uma película plástica de polivinil butiral (PVB). Ao quebrar, as partículas de vidro ficam presas à película plástica e não se espalham, aumentando a segurança de uso. Esse tipo de material pode ser utilizado em todas as janelas de vidro.

Aramado:

Considerado um vidro de segurança, o aramado trata-se de vidro impresso translúcido com a presença de uma malha metálica quadriculada em seu interior, incorporada à sua massa.

Ao quebrar, a malha metálica segura os estilhaços de vidro evitando maiores acidentes. Pode ser empregado em todo tipo de janela de vidro.

Insulado ou duplo (conforto térmico e acústico):

Esse material passa por um processo de envidraçamento que une duas ou mais peças de vidro, coladas a um perfil de alumínio duplamente vedadas.

O perfil de alumínio conta com um hidrossecante que elimina a presença de água e consequentemente impede que o vidro fique embaçado. Reduz os ruídos do ambiente, evita o super aquecimento do ambiente e aproveita melhor a luz natural.

O sistema insulado pode contar com vidro laminado, temperado ou de proteção solar. Para aplicação em janela de vidro, as peças do interior devem ser de vidro laminado ou aramado.

Ao utilizar esse tipo de material, é necessário estar atento as seguintes normas:

  • ABNT NBR 16015/2012 (Vidro Insulado – características, requisitos e métodos de ensaio);
  • ABNT NBR 16023/2012 (Vidros revestidos para controle solar – requisitos, classificação e métodos de ensaio) e
  • ABNT NBR 15575 (Desempenho de edificações habitacionais).

janela de vidro

Materiais para janela de vidro

Conheça, a seguir, os materiais mais comuns para janela de vidro e as diferenças entre eles, para ter melhores condições de escolha ao reformar a residência.

Esquadria de Alumínio:

Material resistente a corrosões e ferrugens (excelente para regiões litorâneas e áreas úmidas), de fácil limpeza e manutenção, sendo um material de alta durabilidade. Tratamentos específicos, como a anodização e a pintura eletrostática, aumentam a longevidade desse tipo de esquadria.

Material leve (fácil transporte e instalação), evitando sobrecarga estrutural e gerando economia de material durante a obra. Versátil (tipos, modelos, cores) e recebe bem os vidros comuns, laminados, temperados e insulados.

A norma ABNT NBR 10821/2017 (Esquadrias para edificações) estabelece a eficiência do isolamento acústico de esquadria de alumínio, podendo receber vidros de até 40mm de espessura.

Esquadria de Madeira:

A madeira é um material vivo, orgânico e por isso sofre mais com as ações do tempo, as intempéries. Então, é necessário realizar tratamentos impermeabilizantes para diminuir sua porosidade e evitar a proliferação de pragas, como cupins.

Material muito utilizado em fazendas, ranchos e sítios, com a intenção de manter a estética rústica e natural do contexto de vida dos moradores. O ambiente tende a ficar mais escuro pela própria coloração da madeira.

Esquadria de Aço:

Material muito resistente a impactos e mudanças climáticas, diminuindo gastos com manutenção, podendo ser encontrado nas cores branca, cinza, preta e marrom. Esse tipo de esquadria não é indicada para áreas litorâneas e úmidas pois pode enferrujar.

Esquadria de PVC:

Material leve, isolante acústico, prático para limpar e não enferruja. É necessário estar atento aos materiais de baixa qualidade que podem gerar ressecamento do material.

Logo, qual escolher?

Esquadria de alumínio para janela de vidro X Esquadria de madeira para janela de vidro

A esquadria é a estrutura da janela que sustenta o vidro, devendo facilitar o processo de abertura e fechamento da mesma. Para escolher o material mais adequado é necessário analisar as demandas de uso do ambiente, as características climáticas, o tamanho do vão da janela e sua altura (alguns materiais podem ser pesados, exigindo uma logística mais complexa para instalação), além do efeito estético desejado.

Então, antes de escolher o material da esquadria também é necessário compreender o significado do ambiente para seus usuários. Isso em termos conceituais e simbólicos, com o intuito de gerar uma maior identificação e apropriação do espaço.

Ou seja, o melhor material vai depender das características técnicas e conceituais específicas de cada projeto!

As esquadrias de madeira e alumínio apresentam características bem distintas, sendo adequadas a projetos com objetivos diferentes. É interessante contar com o apoio de profissionais qualificados e fornecedores de janela de vidro de qualidade para auxiliar durante a reforma.

Conheça a Banho Box Vidraçaria, especialista em janela de vidro e esquadrias de alumínio. Entre em contato com nossos consultores e descubra como pode ser fácil ter a janela dos seus sonhos, em sua casa, com muita qualidade e serviço de excelência! Será um prazer auxiliar com realização da sua reforma ou obra.

https://edsheerantoronto2022.com/

slot777

https://locosxgrilldoral.com/

https://www.foodluckkitchen.com/

https://www.michaelangelospizzabaltimore.com/

https://www.windsorlocksdinerct.com/

https://www.pizzeriaprunedale.com/

https://www.blueagavemexgrill.com/

https://antelopeislandcauseway.com/

slot bet 100

pragmatic play

https://www.taqueriadurangoga.com/

https://www.tacotrucksstl.com/

https://garmafarm.com/

https://www.maddielousbargrill.com/

slot qris

https://dontspeakmusic.com/

https://www.rubiatapas.com/

https://www.tejasgrillandsportsbar.com/

https://www.rensselaerramspopwarner.com/

https://twobrotherspizzaandsubs.com/

slot qris 5rb

https://www.wolftrapoysters.com/

slot server thailand

https://originalpandagarden.com/

https://www.thairestaurantsanantonio.com/